Nove municípios sergipanos serão beneficiados pelo AgroNordeste

Para Laércio, programa irá estimular geração de emprego e renda no sertão

Em Sergipe, os municípios de Canindé de São Francisco, Feira Nova, Gararu, Gracho Cardoso, Itabi, Monte Alegre, Nossa Senhora da Glória, Poço Redondo e Porto da Folha serão beneficiados com a primeira etapa do programa AgroNordeste. Trata-se de um plano de ação do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) para fomentar o desenvolvimento econômico e social sustentável do meio rural na região Nordeste.

“A intenção do plano é somar forças com diversos entes públicos ou não para desenvolver as cadeias produtivas do Nordeste. Aqui em Sergipe trabalharemos com foco em fortalecer a cadeia de leite e do mel, isso como ações concentradas, mas terão ações de maneira mais amplas que serão para beneficiar todo público rural nordestino”, explicou o superintendente Federal da Agricultura em Sergipe, Haroldo Araújo Filho, durante o lançamento do programa nesta terça-feira (22).

O deputado federal Laércio Oliveira destacou a importância do comitê. “A primeira etapa irá beneficiar os municípios com ações focadas no desenvolvimento da cadeia produtiva já existente na região. Esse desenvolvimento vai trazer geração de emprego e renda, além de agregar valor aos produtos dos pequenos e médio agricultores”, explicou.

“Mostrar o potencial dessa região sempre foi foco do deputado Laércio e se preocupou com a região, principalmente quando se falou na hibernação de uma das fábricas, já que tinha o risco de desemprego. Sei do trabalho realizado pelo deputado e essa é uma área do sertão que conheço bem, sou de Nossa Senhora da Glória e coordeno essa região, tendo mais motivos para ficar feliz com o que foi dito hoje em se tratando de ações para a região que tanto precisa desse desenvolvimento”, afirmou o secretário parlamentar Tiago Rangel, que estava representando o deputado Laércio Oliveira no evento.

Representando a ministra da Agricultura Tereza Cristina, o diretor-geral do AgroNordeste, Danilo Forte, fez a instalação junto com o superintendente da Agricultura, Haroldo Araújo Filho. Ele explicou que o comitê é composto por cinco membros que são  Ministério da Agricultura, a Embrapa, a Conab, o Senar e o Sebrae.

“São muitos os desafios  como a cobertura da assistência técnica, adoção de tecnologias, novas oportunidades de integração comercial, oportunidades para a juventude rural, organização dos produtores, energia e conectividade no campo. A energia hoje pode ser um diferencial na agricultura e fator gerador de renda, por isso fizemos questão de trazer a Aneel para esse projeto. Além disso, temos que garantir segurança hídrica e desenvolver produtos com qualidade e valor agregado dando maior retorno financeiros para esses pequenos e médios agricultores”, disse Danilo Forte.

O administrador e ex-vereador de Areia Branca, Gibran Ramos, falou da importância do Plano AgroNordeste, mesmo o município de Areia Branca não sendo contemplado com as ações. “Fiquei feliz com tudo que foi apresentado aqui com as ações com o foco no desenvolvimento dessa região que tem muito potencial, principalmente com a bacia leiteira. Tenho certeza que será um projeto que vai alcançar seus objetivos e vamos presenciar o desenvolvimento do nosso sertão”, frisou.

Também participaram da instalação do Comitê o secretário de Estado da Agricultura, André Luiz Bonfim, o superintendente do Banco do Nordeste em Sergipe, Antônio César de Santana, o superintendente do Sebrae, Paulo do Eirado, do Sistema FAESE/SENAR, Ivan Sobral, o chefe da Embrapa, Marcelo Ferreira Fernandes e a gestora do AgroNordeste pelo Sebrae Nacional, Nilma Costa.

*Fonte: Assessoria de imprensa

 

Veja Também

Sergipe registra nas últimas 48 horas quase 2 mil casos de Covid-19 e 42 mortes pela doença

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou neste final de semana (sábado e domingo) …

Open chat
Fale Conosco