BNDES anuncia devolução antecipada de mais R$ 40 bi ao Tesouro

Segundo o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, a instituição devolverá à União todos os recursos emprestados até o final do mandato do presidente Jair Bolsonaro

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) anunciou nesta 6ª feira (2.ago.2019) a devolução antecipada de mais R$ 40 bilhões ao Tesouro Nacional.

A intenção do banco, segundo o novo presidente, Gustavo Montezano, é totalizar o pagamento de R$ 126 bilhões referentes a empréstimos feitos em anos anteriores em 2019.

“Com esse pré-pagamento, o BNDES já terá devolvido à União, neste ano, R$ 84 bilhões, o que corresponde a cerca de 67% da meta”, disse o banco, em nota.

Segundo Montezano, a instituição devolverá à União todos os recursos emprestados até o final do mandato do presidente Jair Bolsonaro. Os pagamentos seguem uma determinação do ministro da Economia, Paulo Guedes.

O trâmite das operações prevê que o BNDES envie ofício ao Tesouro informando a aprovação do pré-pagamento, que precisa, então, ser submetido ao aval de Guedes. Os recursos devem ser utilizados exclusivamente para abatimento de dívida pública.

Além desses valores, o banco deve outros R$ 36 bilhões ao Tesouro por meio dos chamados IHCD (Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida).

 

Veja Também

Visitas ao sistema prisional voltam a ser permitidas a partir desta segunda

De acordo com a Sejuc, os internos voltam a ter o recebimento de uma visita …

Open chat
Fale Conosco